Páginas

quinta-feira, 14 de junho de 2012

AVENIDA É RETRATO DO ABANDONO, EM NOSSA SENHORA DO SOCORRO


Buracos na Av. Perimetral G

 Segundo moradores do final de linha do Conj. Albano Franco, em Nossa Senhora do Socorro/SE, as melhorias não tem alcançado o conjunto e especificamente, o final de linha, pois no último recapeamento que houve, a mais ou menos dois anos, só a Av. Coletora C, foi recapeada, onde a Av. Perimetral G, que também faz parte do conjunto e que igualmente passa os ônibus que fazem a linha 063 – Conj. Albano Franco/Centro, ficou esquecida, sem ser recapeada.
 E por conta do não recapeamento, por estar com o asfalto antigo, deteriorado pela ação do tempo e depredação de uns poucos moradores que realizam obras clandestinas, como ligações de água e esgoto, a Av. Perimetral G está parecendo um queijo coalho, cheia de buracos, dificultando o trafego de veículos e do transporte público naquela via.

Ligação clandestina

Como se não bastasse os problemas criados pelos buracos, alguns moradores atuam como engenheiros de trânsito e constroem quebra-molas, sem terem conhecimento do que estabelece a Resolução 39 de 1998 do CONTRAN (Conselho Nacional de Trânsito), que trata dos padrões e critérios para a instalação de ondulações nas vias públicas. E por conta disso, motoristas além de terem a suspensão de seus carros danificados por buracos, ainda são sujeitados aos danos causados pelos quebra-molas, que estão fora das normas do CONTRAN, onde a tentativa de resolução de um problema (reduzir a velocidade de veículos), sem que haja um estudo e aplicação do que a lei estabelece, gera novos problemas, como acidentes e danos a bens particulares.

Quebra-molas em desacordo com as normas do CONTRAN

E diante do alerta deste blog, cabe agora aos responsáveis pela fiscalização e aplicação de melhorias, verificarem a situação e tomarem às medidas necessárias, a resolução destes problemas enfrentados pelos moradores do final de linha do Conj. Albano Franco, que pedem rapidez, pois a situação está se agravando mais a cada dia, onde temem que o transporte público deixe de entrar na etapa, por conta do seu mau estado.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário